x
Obrigado por se inscrever!
RECEBA

Saiba tudo sobre o melasma

Saiba tudo sobre o melasma

Saiba tudo sobre o melasma

– O que causa o Melasma?

As mulheres, principalmente em fase reprodutiva, não raramente experimentam todos os tipos de alterações no corpo e na pele. Portanto, se você observou recentemente uma mancha marrom irregular na pele da face, você pode estar com a chamada “máscara de gravidez” ou melasma. O melasma é um dos tipos mais difíceis de hiperpigmentação para ser corrigida, pois está ligado ao estrogênio e à progesterona (encontrada em pílulas anticoncepcionais e etc) além de outros fatores, inclusive alguns desconhecidos que interferem no equilíbrio pigmentar da pele.

  • Qual a gravidade de seu melasma?

Uma das maneiras mais fáceis de determinar o quão profundo é o seu melasma é esticando a pele. Se você esticar a parte descolorida e ela parecer mais clara do que quando está em repouso, a hiperpigmentação é superficial. Agora, se você esticar a mancha e ela parecer mais escura, isso quer dizer que a pigmentação reside na camada dérmica e será mais difícil tratá-la. O melhor é consultar um dermatologista, que pode avaliar a mancha através de aparelhos (Visia ou lâmpada de Wood) e determinar sua extensão.

  • O papel do estrógeno

Os hormônios desempenham um papel importante na maneira como o melasma afeta a pele, principalmente o estrógeno. “Quando os níveis de estrogênio são elevados, a melanina é produzida em maior quantidade,” diz o Dr. João Carlos Pereira, da Clínica Derm de Rio Preto. “O aumento da concentração de melanina na pele pode ocasionar depósitos e promover o escurecimento localizado e anormal da pele que é chamado de melasma”, complementa.

  • Como e onde aparece o melasma?

“O melasma aparece em forma de manchas extensas e escuras na pele, você geralmente poderá encontrá-lo nas laterais do rosto, na testa, no buço, nas bochechas e nas laterais do pescoço”, diz o dermatologista João Carlos Pereira. O melasma leve aparece em forma de pequenas e tênues manchas marrons, mas o melasma mais profundo aparece em forma de manchas castanhas mais escuras e com bordas claras e irregulares, e às vezes em forma de mapas.

  • Qual a causa do melasma?

A verdadeira causa do melasma ainda é desconhecida, mas a maioria dos especialistas concorda que ela é desencadeada pela alta quantidade de melanócitos na pele e são visualizados externamente através de manchas acastanhadas e escuras, mas o sol e o calor são os principais desencadeadores. “O estrogênio é o cerne do problema, mas o sol é um catalisador também”, diz o Dr. João Carlos Pereira. O melasma pode ocorrer em qualquer nível da superfície (melasma superficial) ou nas camadas mais profundas da pele (por via dérmica), dando-lhe um formato mais espalhado. “O melasma é mais comum e aparente durante o Verão, onde o clima é mais quente e ocorre maior exposição solar das pessoas em piscinas e praias”, diz o Dr. Pereira. Embora o melasma não seja hereditário, existe sim algum laço genético na sua formação.

  • Dá para evitar o melasma?

“Não se pode evitar o melasma com total segurança, mas evitar os fatores desencadeadores é muito importante. É fundamental tratar o melasma logo no início. Assim que surgirem as manchas, procure um dermatologista.” Diz o dermatologista João Carlos Pereira.

  • Quem o melasma afeta?

Principalmente as pessoas morenas, embora possa ocorrer em peles brancas ou negras. Afeta ainda as mulheres grávidas, mas nem sempre é preciso estar grávida ou ter tido filho para tê-lo. Na gravidez, o melasma geralmente aparece no segundo ou terceiro trimestre.

O melasma pode ocorrer ainda, em pessoas que trabalham ou se expõem exageradamente ao sol, ou permanecem longos períodos em ambientes quentes

Tratamentos:

A novidade é o laser Nd: YAG,  aprovado pela Anvisa e pelo FDA para o melasma. Com a tecnologia do laser tipo Nd: YAG, o equipamento, que é o mais potente da sua categoria, utiliza pulsos de alta intensidade e ultrarrápidos (nanosegundos) para destruir os depósitos de melanina acumuladas no interior da pele de forma significativa e prover o clareamento das manchas na pele. Outra opção é o laser fracionado de Thulium.

Durante o tratamento é fundamental evitar exposições solares e permanecer em situações quentes do tipo: ficar perto de churrasqueira, fogão, fazer sauna, entrar em automóveis que estão expostos ao sol etc, porque o calor e os raios solares estimulam a produção de novas células de pigmento na mancha, promovendo o seu escurecimento. E é claro, usar sempre o filtro solar com FPS 50.

Nd: YAG

PulsedDye Laser (PDL) e o Laser de Nd:YAG

Se interessou por essa solução?

Tire suas dúvidas ou marque sua consulta!