Procure um Médico

Qual é o tratamento estético mais popular?

28 de abril de 2017

Qual é o tratamento estético mais popular?

Não é sempre que temos estatísticas sobre cirurgia plástica e tratamentos estéticos em todo mundo. Mas esta semana a Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (ISAPS) divulgou os resultados da análise anual do Estudo Global de Procedimentos Estéticos / Cosméticos cirúrgicos, realizado em 2012. Mas e então qual é o tratamento estético mais popular? Com a ajuda da Sociedade Americana de Cirurgia Plástica Estética (ASAPS) e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP). O estudo realizado em 2012 convidou cerca de 20.000 cirurgiões plásticos para participar. Parece que em todo o mundo, a lipoaspiração é a cirurgia mais realizada, o que representa quase 20% dos procedimentos totais. Para procedimentos não-cirúrgicos, a toxina botulínica tipo A (Botox®) leva a primeira colocação com cerca de 38% dos procedimentos totais.  

Posted in Blog by admin | Tags: ,
28 de abril de 2017

Na maioria das vezes, dá pra voltar a bater o cabelão. Ainda bem!

Nada mais aflitivo do que olhar pra escova ou pro pente e ver aquele tufo enorme de fios em queda livre… Mas, afinal, quando é necessário se preocupar de fato com a queda de cabelo? A Associação Brasileira de Cirurgia de Restauração Capilar afirma que 25% das brasileiras entre 35 e 40 anos e 50% daquelas com mais de 40 anos sofrem com o problema. Sim, os dados são aterrorizantes mas, calma lá! Antes de entrar em desespero, saiba que cada caso é um caso. “Existem as quedas genéticas, as sem causa definida (eflúvio telogênico ou telogeno) e as endócrinas ou metabólicas (tireoide, doenças crônicas)”, afirma o dermatologista Murilo Drummond, da Clínica Murilo Drummond (RJ). Para todas as causas, há cuidados específicos. Portanto, diagnosticar é o passo prioritário antes de começar a cuidar. A rotina da queda Você acorda, levanta e percebe muitos fios no travesseiro. Vai pro banho e o ralo parece um ninho de passarinho, e o mesmo vale para sua escova. Quando sai na rua, tem sempre uma amiga tirando um fio caído na sua blusa. Em média, caem cerca de 80 fios por dia dos 150 mil que temos n

Posted in Blog by admin | Tags: , ,
28 de abril de 2017

A queda dos cabelos esta relacionada à diversos fatores ou distúrbios orgânicos. Enquanto a alopecia androgenética ou hereditária se caracteriza por uma manifestação fisiológica que ocorre em indivíduos geneticamente predispostos, não sendo considerada uma doença.

Como é?

As pessoas notam que estão com queda anormal de cabelos ao ver um grande número de fios no pente ou escova, no banho, no travesseiro e soltos na roupa. Ou então notam uma diminuição do volume em áreas específicas do couro cabeludo. Neste caso a melhor conduta é procurar um dermatologista que irá avaliar qual o problema que está afetando os cabelos. Perguntas a respeito de regimes, medicamentos, alterações hormonais, doenças recentes, forma de manusear os cabelos, produtos químicos, estresse, distúrbios emocionais e história familiar de queda de cabelos são alguns dos pontos que o médico irá avaliar. Além disso, na mulher, informações a respeito de ciclo menstrual, gravidez e menopausa são pesquisadas.

Diagnóstico

Para um diagnóstico preciso, a avaliação clínica é a mais importante, mas em algumas vezes há necessidade de exames complementares. Exame dos cabelos por intermédio de um aparelho, o Tricosc

28 de abril de 2017

Como agem os radicais livres

Os radicais livres são um problema. Assim como cortar uma maçã faz com que ela fique marrom, a oxidação afeta sua pele de uma maneira similar. À medida que envelhecemos, o sistema celular vai enferrujando (processo oxidativo) e a pele vai envelhecendo. As defesas da pele enfraquecem, perdendo sua capacidade de combater a oxidação causada pelos radicais livres oriundos principalmente dos raios ultravioleta (sol). Os radicais livres causam danos ao DNA das células do corpo, incluindo a pele. Com isso leva à inflamação e à deterioração das células e acelerando seu processo de envelhecimento, ou seja, “enferrujando-as”. Os antioxidantes se ligam aos radicais livres antes que possam causar esse dano. Você pode promover esta “blindagem” ingerindo castanha do Pará (selênio), nozes, amêndoas e os alimentos ricos em vitamina E, ômegas 3 e 6 e a mais comum e fácil que é a vitamina C presente nas frutas. Em alguns casos mais avançados de envelhecimento, o combate de radicais livres tem que ser de forma mais agressiva através de tratamentos profissionais. Para fazer um teste, corte uma maçã e esfregue suco de limão sobre ela. Você verá que, assim como a sua pele, a maçã será preservada. Não esqueça do filtro solar diariamente!  

Posted in Blog by admin | Tags: ,
28 de abril de 2017

Preenchimento uma técnica utilizada para recompor ou alterar os volumes da face. É chamada de revolumerização facial e já foi tentada pelo francês Fournier nos anos 90, utilizando gordura removida do próprio paciente que era reaplicada na face com intuito de recuperar os volumes do rosto, mas tinha a desvantagem de ser reabsorvida rapidamente na maioria dos pacientes. Mais tarde a revolumerização voltou a ser testada com a utilização do ácido polimetilmetacrilato ficando conhecida com o nome do Bioplastia, embora se tratasse da mesma coisa, mas tinha o inconveniente de o produto ser definitivo o que, ocasionalmente, trazia reações imprevisíveis em alguns pacientes, descartando o seu uso com segurança. Atualmente a revolumerização facial é feita com Ácido Hialurônico . O  volume pode ser recuperado de forma natural contra o envelhecimento facial, incluindo a flacidez de pele evitando assim, a cirurgia plástica até um determinado grau da flacidez facial. Apesar de ser um método simples, rápido, não doloroso e que pode ser realizado no consultório em torno de meia hora,o procedimento deve ser realizado por dermatologistas e que tenham conhecimento e prática da técnica, que atua em planos profundos, a nível ósseo, muscular e gorduroso, além de senso estético da harmonia facial, para evitar exageros na colocação do produto e resultados bizarros.

Posted in Blog by admin | Tags: ,
28 de abril de 2017

Um vilão para muitas peles

Um dos grandes problemas das peles mais oleosas são os poros dilatados, que tiram a uniformidade da pele e dão aspecto brilhante ao rosto. A glândula sebácea produz mais sebo e deixa o poro dilatado. Ele fica maior porque não consegue se livrar do excesso de secreção. Sendo assim uma das opções de tratamento é fazer peeling superficial . A luz pulsada também pode ajudar. Fonte: bem de saúde  

Posted in Blog by admin | Tags: ,
28 de abril de 2017

Muitas mulheres maduras, até mesmo as mais jovens, apresentam pintas ou as chamadas sardas na face, que na verdade são melanoses ou lentigos solares. Na maioria dos casos elas surgem na vida adulta devido à exposição solar continua e acumulada. O combate a estas pintas depende de cada caso e de cada paciente. Os cremes tem ação mais lenta que os outros procedimentos. Para prevenir é importante usar filtro solar todos os dias e evitar exposições solares excessivas. Fonte: MBPRess  

Posted in Blog by admin | Tags: ,
28 de abril de 2017

Pílula que prolonga os efeitos da toxina botulínica

Foi lançado recentemente nos EUA uma pílula para retardar a duração da toxina botulínica. Trata-se do Zytaze®, um produto que promete prolongar os efeitos do botox, que atualmente varia em torno de 4 meses. Já foi aprovado pelo FDA (Food and Drug Administration) e no Brasil ainda não há previsão de sua chegada, segundo a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). O composto é um combinado de zinco e fitase (enzima), dessa forma, o produto fornece suporte nutricional. Sendo assim para prolongar a duração das injeções de botox nos tratamentos estéticos para mais um ou dois meses. Segundo o laboratório do Zytaze®, é necessário ingerir duas cápsulas diariamente, durante os quatro dias que antecedem o procedimento e também no dia da aplicação da toxina botulínica, para obter o prolongamento do seu efeito.  

Posted in Blog by admin | Tags: ,
28 de abril de 2017

A sensibilidade é uma condição que pode estar presente em qualquer tipo de pele. A pele sensível, não é um tipo em si, é uma condição que pode acometer tanto as pessoas de peles normais e mistas, como as de oleosas e secas, independentemente da idade e do sexo da pessoa. Portanto “pele sensível” é assim considerada porque responde de forma exagerada ao mínimo contato com produtos tópicos. Vítimas e vilões Este quadro pode ser desencadeado ou agravado por uso de produtos tópicos e ocorre indistintamente entre os sexos. Há fatores de ordem ambiental que podem contribuir para o desencadeamento do processo, como variações climáticas naturais e artificiais, entre estas as atmosferas de ar condicionado, poluição atmosférica, aumento da exposição solar, além das condições do tratamento da água que consumimos. Hábitos de higiene excessivos ou inadequados, como o excesso de banhos, água muito quente, barbear, depilar, esfoliar. Todas estas agressões mecânicas acabam sensibilizando a pele. Os produtos com maior potencial irritativo para o rosto são os medicamentos, sabonetes e cremes dentais. Eu tenho pele sensível? A pele sensível é em geral avermelhada, fina, frágil e muito irritável. Apresenta frequentemente sensação de ardor e repuxamento. Pode envelhecer mais rapidamente do que a pele normal, pois as rea

Posted in Blog by admin | Tags: ,
28 de abril de 2017

Depois de conseguir aquela pele bronzeada, a tarefa agora é mantê-lo. No verão a hidratação é fundamental para as peles bronzeadas. Nesta época do ano, o corpo sofre mudanças para se adaptar ao calor: a transpiração aumenta eliminando mais água, além disso, há um aumento do ressecamento e depois a descamação. No rosto, a oleosidade tende a aumentar, o que favorece algumas lesões de acne.

O principal passo é evitar o ressecamento da pele bronzeada. Veja as dicas:

– Beba bastante líquido, aproximadamente 2 litros por dia; – Proteja a pele das agressões externas, evitando o sol em excesso e use sempre o protetor solar; – Nas áreas de pouca oleosidade, não utilize muito sabonete, bucha e água muito quente, para não diminuir ainda mais a oleosidade natural; – Caso você tome mais de um banho por dia, use sabonetes neutros no corpo todo apenas em um dos banhos. Nos outros, usar apenas nos locais de dobras de pele (virilha, axilas, etc.) ou de maior oleosidade; – Evite produtos que contenham álcool em sua fórmula, pois também podem ressecar a pele; – Utilize hidratantes logo após o banho, nas áreas que apresentam sinais de ressecamento. – Evite óleos para hidratar a pele. Eles tampam os poros, causando foliculites e periporites. Se a sua pele ficou descamada, o ideal é fugir do sol e dobrar a quantidade de protetor