Procure um Médico

Como prevenir o fotoenvelhecimento?

28 de abril de 2017

A principal forma de prevenir o fotoenvelhecimento da pele é a proteção solar, que deve ser iniciada na infância.  O hábito saudável da proteção solar  deve continuar por toda a vida, protegendo a pele e evitando o envelhecimento cutâneo e até o surgimento do câncer de pele.

Saiba: o sol primeiro nos envelhece e depois nos traz danos e patologias cutâneas.

Um dos primeiros sinais do fotoenvelhecimento são  manchas na pele  e  rugas superficiais na área dos olhos e na região frontal que evoluem para rugas profundas nestas mesmas áreas e também na lateral da face e ao redor da boca.

Tomando-se certos cuidados, os efeitos danosos do sol podem ser atenuados. Aprenda como proteger sua pele da radiação solar.

  • Use sempre um filtro solar com fator de proteção solar (FPS) igual ou superior a 30, aplicando-o generosamente nas áreas expostas pelo menos 20 minutos antes de se expor ao sol e sempre reaplicando-o após contato com água ou transpiração excessiva. Exposições prolongadas exigem uma proteção maior. Use sempre filtros ou bloqueadores solares com FPS (fator de proteção solar) acima de 50 (50, 60, 70, 90) . Saiba que quanto mais clara é a pele, maior deve ser o FPS.
  • Para atividades que exijam exposição excessiva ao sol (esportes, por exemplo),  nunca use filtro solar abaixo do FPS 60 e repasse o produto a cada duas horas nas áreas expostas (nuca, lateral da face e do pescoço, face, couro cabeludo (calvos) mesmo usando chapéu, decote, braços,  dorso das mãos, pernas e tornozelos (quando usar bermudas) porque o tempo de exposição solar é prolongado.  Lembre-se que o suor remove o filtro com facilidade. Neste caso repasse o produto com maior frequência.
  • Os olhos também necessitam de cuidados especiais. Use óculos com lentes Anti UVA. Pessoas com olhos claros são candidatas a desenvolver prococemente a catarata. Use também  chapéus que bloqueiem ao máximo a passagem do sol. Mesmo assim, em áreas externas, use o filtro solar pois parte da radiação ultra-violeta reflete-se na grama, areia, pedra, asfalto atingindo a sua pele. No período entre 10 e 15h o calor é mais intenso devido à maior quantidade de raios infravermelhos (IR) no espectro solar. Com a pele aquecida, a microcirculação cutânea se dilata, a pele fica mais vermelha e a ação dos raios UV são danosos não só para a pele mas também para estes microvasinhos. Por isso este período é mais danoso ao complexo cutâneo. Evite exposições neste horário ou, se for inevitável, proteja-se mais.
  • Alimentação adequada do início do dia (café da manhã) também ajuda na fotoproteção. As frutas possuem o betacaroteno  que funciona aumentando a pigmentação da pele e as vitaminas  A e C, e as castanhas ricas em vitamina E e ômegas 3 e 6 e minerais, atuam como poderosos antioxidantes contra os radicais livres formados pelos raios solares. Ex: mamão, laranja, cenoura, beterraba, manga, morango, acerola, tomate, amêndoas, castanha do pará (rica em selênio), nozes e castanha de caju.

Tratamentos para o fotoenvelhecimento

Terapia Fotodinâmica:

O que é: É um método para prevenção de tumores cutâneos e indicado para combater os sinais de envelhecimento provocados pelo

Como age: É feita aplicação de Ácido Amino levulínico (ALA) na pele por uma hora e, depois de removê-lo totalmente, são feitos disparos da Luz Intensa Pulsada (LIP) ou o uso do LED (Lowel Emission Diode) sobre a pele.

RubiLaser

O que é: Laser fotoseletivo que utiliza tecnologia Q-Switched num comprimento de onda de 694 nanômetros.

Como age: Ele age de forma fotoseletiva atingindo apenas os pigmentos das manchas,  preservando a pele ao redor do local de possíveis danos e cicatrizes. A ação dos raios disparados na pele provoca uma “explosão” dos pigmentos que se fragmentam em micropartículas. Estes micropigmentos, em alguns casos, pode, ser eliminados através da pele em forma de crostas e, em outros, podem desaparecer pela absorção do organismo

Resultados: Indicado para o combate  de todos os tipos de manchas como manchas escuras, sardas, melanoses solares, manchas senis,  manchas café-au-lait, pintas e manchas de nascença, e nevos de Ota.

Luz Intensa Pulsada (Starlux 500)

O que é: Aparelho a laser que emite Luz Intensa Pulsada.

Como age: atua na camada superficial da pele através de feixes de luz.

Resultados: Atua principalmente na pigmentação da pele, ajudando a combater manchas, melanoses solares e sardas. Indicado também para depilação de grandes áreas e para o tratamento de combate ao envelhecimento da pele, rugas superficiais, poros dilatados e alterações de textura. Além disso,  pode estimular colágeno superficial.

Laser LuxFractional 1540 (Fraxel…)

O que é: tratamento a laser

Como age: gera diversos micro raios de laser focados que perfuram a pele e coagulam os tecidos através do calor.

Resultados: Este tratamento pode remover as células superficiais, afinar e alisar a pele e pode ainda provocar intenso estímulo do colágeno, eliminar rugas superficiais e suavizar as profundas e combater poros dilatados e cicatrizes, inclusive as de acne

Antioxidantes: O uso tópico de produtos antioxidantes em forma de creme ou gel, diariamente, isolado ou associado com ácidos elimina os radicais livres que oxidam as células cutâneas.  Os mais conhecidos são: as vitaminas A, C e E e a Coenzima Q10, coffee skin…

Hidratantes: importantes para corrigir o ressecamento da pele e equilibrar suas funções. Entre os mais conhecidos estão o ácido hialurônico, pentaglycan, esqualeno, hidraskin, aquaporine, trealix, ureia…

Câncer de pele

  • A grande maioria dos cânceres de pele localizam-se na face e áreas expostas.  Proteja-as sempre. Não esqueça de proteger os lábios, orelhas, pescoço e decote, locais comumente afetados pela doença e ignorados na hora de passar o filtro solar.

Saiba mais sobre câncer de pele:

Quais são os tipos de câncer de pele? E qual é o mais comum?

Carcinoma Basocelular: originado das células da camada basal, é o mais frequente e com o menor potencial de malignidade. Seu crescimento é lento e muito raramente se dissemina à distância.  Frequentemente aparece com lesões elevados ou endurecidas, esbranquiçadas, rosadas e com ausência de sintomatologia. Numa fase mais avançada, costuma sangrar facilmente e não cicatriza.

Carcinoma Espinocelular: originado das células da camada espinhosa, tem crescimento mais rápido e as lesões maiores podem enviar metástases à distância. Também conhecido como carcinoma epidermóide, é bem menos frequente que o basocelular mas com maior frequência de malignidade. Tem aparência de verrugas ou lesões com cascas ressecadas e que não cicatrizam e sangram com facilidade.  Mais frequente nas áreas expostas ao sol.  Pode ser oriundo de manchas solares escuras, ásperas e verrucosas  provenientes do sol.

– Melanoma: É um câncer extremamente perigoso sendo importante o diagnóstico precoce para sua cura. Originado das células que produzem o pigmento da pele (melanócitos) frequentemente enviam metástases para outros órgãos, sendo de extrema importância o diagnóstico precoce para a sua cura. Embora os melanomas possam aparecer de repente na pele, muitas vezes eles são associados com uma pinta. Por isso é importante que as pessoas se familiarizem com suas pintas para prestar atenção em suas mudanças.  A regra do “ABCDE” pode ser usada para distinguir uma pinta normal  de um melanoma.

Os melanomas apresentam as seguintes características:

A –Assimetria: Uma metade não combina com a outra.

B – Bordas irregulares: As bordas são irregulares, desfocadas ou entalhadas.

C – Cor: A cor não é uniforme.

D – Diâmetro: Uma pinta com diâmetro maior do que meio centímetro, ou que esteja aumentando de tamanho, passa a ser suspeita e deve ser avaliada.

E – Elevação: pintas com elevações irregulares sobre a superfície da pele também são mais um indício.

Como reconhecer lesões pré tumorais?

Normalmente as lesões pré-tumorais podem ser acastanhadas, de superfície áspera, verrucosa e, às vezes, escamosa. Outras vezes são rosadas ou avermelhadas, irritadas ou elevadas. O autoexame deve ser realizado periodicamente para observar se estas lesões estão evoluindo em tamanho, forma e coloração ou ainda se começaram a sangrar ou não cicatrizar mais. São lesões suspeitas que necessitam de avaliação dermatológica. Embora não tenha uma relação direta com  sol, as pintas escuras que ultrapassam ½ cm de diâmetro e que alteram sua forma e cor, também devem ser avaliadas por um especialista.

Como é feito o diagnóstico de algo suspeito pelo médico e como são feitos os procedimentos de tratamento?

O  Fotofinder®,  já disponível na Clínica Derm, no interior de São Paulo, é um aparelho  que utiliza dermatoscopia digital para detectar potencial cancerígeno em manchas ou pintas e assim detectar a potencialidade das lesões cutâneas que podem  desenvolver um câncer de pele ou então sugerir este diagnóstico. Este aparelho registra imagens das lesões e seus dados são registrados, armazenados, documentados e comparados periodicamente para que o médico possa manter o acompanhamento da evolução das lesões suspeitas.

Além disso, após captada a imagem da pinta, o banco de dados mapeia a lesão oferecendo informações precisas do diâmetro, estrutura, forma, intensidade de pigmentos e também classifica a pinta de acordo com o seu grau de risco e sugere acompanhamento de curtos, médios ou longos intervalos de tempo.  Quando o aparelho suspeita de que a lesão é tumoral, câncer de pele, ele mesmo indica a realização de um exame anátomo-patológico (biópsia) para confirmar o diagnóstico.

Para o tratamento, na maioria dos casos, é indicada a remoção da lesão através do laser de CO2 cirúrgico utilizado para fazer incisões cutâneas. A lesão é removida cirurgicamente através do Laser que substitui a lâmina  cirúrgica (com a vantagem de não ter sangramento) observando margens de seguranças laterais e em profundidade. Isso faz com que o tumor seja removido completamente sem o risco de ainda ficarem resíduos tumorais na pele e evita novos procedimentos.

As lesões pré tumorais (tipo pintas e verrugas) podem ser eliminadas com o Laser de CO2 (que as evapora) ou através do bisturi elétrico que queima as mesmas.

Alguns tipos de tumores basocelulares podem ser tratados também com a terapia fotodinâmica, que é a associação do Ácido Aminolevulínico (ALA) com um laser de diodo ou a Luz Intensa Pulsada.

Ainda como meio de tratamento destas lesões existe a radioterapia, pouco usada atualmente.

Conheça o FotoFinder – aparelho de dermatoscopia digital para diagnóstico de lesões suspeitas.

Conheça as últimas novidades em tratamentos anti-idade!

Benefícios do sol

Um dos benefícios do sol é que ele traz energia que se converte em euforia ou seja, um antidepressivo natural. Todos sabem que nenhum desânimo resiste a um dia ensolarado. Estudos científicos comprovam que existe uma relação entre a falta de luz solar e excesso de irritabilidade, depressão, insônia e até suicídio. Mas o maior benefício é a produção de vitamina D, também conhecida como calciferol. Além de proteger das doenças coronárias, a vitamina D tem papel fundamental no processo de produção da proteína que absorve o cálcio do organismo e tem o poder de acumular esta substância e também o fósforo. Ambos, necessários para o fortalecimento dos ossos, principalmente para os jovens (favorecendo o crescimento) e dos idosos que, geralmente, apresentam uma deficiência de vitamina D. Nas mulheres, ela combate a osteoporose fortalecendo os ossos. A vitamina D também diminui a chance de problemas reumáticos e ainda causa uma aparência saudável, principalmente no rosto, evitando a palidez.

 

 

Posted in Blog by admin | Tags: