Procure um Médico

Inverno: Temporada de beleza

23 de maio de 2019

Temporada de beleza

Já iniciou a corrida contra o tempo em busca por procedimentos que evitam a pele envelhecida, manchada pelo sol ou pelo melasma, além da possibilidade de eliminar rugas, vincos cicatrizes de acne, alterações de textura de pele, sulcos na face e estrias, celulite e gordura localizada no corpo, restauração capilar, etc. Novidades não faltam! A busca da beleza e juventude nesse período faz aumentar em 30% os tratamentos estéticos entre as mulheres e, agora também pelos homens, que cada vez mais recorrem aos mesmos procedimentos para melhorar a aparência.

A ausência de exposições solares e as temperaturas menores fazem do inverno a estação ideal para realizar tratamentos faciais e corporais, com recuperação mais rápida, confortável e segura. Mas, antes de começar qualquer tipo de tratamento, é preciso uma avaliação detalhada da pele com a tecnologia Quantificare, que tem uma imagem digital que realiza um verdadeiro Raio-X. Com ele, é possível detectar imperfeições e formatar um programa personalizado de acordo com a necessidade e o desejo de cada pessoa. Programas com protocolos de combinação de tratamentos são cada vez mais utilizados.

Um deles é a Harmonização Facial, com resultados surpreendentes na conquista da beleza desejada. Os tratamentos faciais mais procurados são os lasers de baixa potência e ácidos que vão “trocar a pele” envelhecida suavemente por uma nova, assim com os preenchimentos faciais que recompõem o subcutâneo, melhorando os volumes e o relevo da face, além da toxina botulínica, que reduz a atividade da musculatura facial, pescoço e colo, eliminando rugas de expressão. Essa ação tridimensional entre músculos, subcutâneo e superfície da pele, determina um tratamento global da face, envelhecida ou não. O destaque da temporada está no subcutâneo com os bioestimuladores de colágeno (cálcio hidroxiapatita, ácido polilático e prolicaprolactona), para quem deseja firmar a pele sem o efeito preenchedor.

Indicação

Sua indicação ultrapassa a fronteira de face e pescoço e vai até a face interna dos braços, coxa e abdômen. Seus resultados não são imediatos, mas a partir de 60 dias podemos começar a vê-los, principalmente quando associamos as tecnologias a laser/robótica, radiofrequência e ultrassom. Sendo assim, ainda no subcutâneo, os fios, que tanto sucesso fazem quando aplicados no rosto, também já atuam em outros territórios do corpo, onde há flacidez. São passados por baixo da pele pra “esticá-la”, proporcionando um “lifting” moderado.

A perda ou o deslocamento da gordura facial, acentua os sulcos e surgem depressões na face, deixando uma imagem triste e cansada no rosto. Portanto, recuperar o subcutâneo é fundamental para reorganizar ou alterar os volumes da face. Podemos conseguir, de forma imediata, resultados impressionantes. Com os preenchedores a base de ácido hialurônico, com sua densidade variável de acordo com a localização e o plano de correção. O resultado traz de volta os volumes e o relevo suave da juventude. Eliminar excessos de pele nas pálpebras (blefaroplastia), remover pintas, verrugas, xantelasma e outras lesões cutâneas inestéticas fazem parte desse projeto “cool”.

Já para rugas profundas, envelhecimento avançado, cicatrizes de acne e estrias, a principal arma são os lasers de CO2 e Erbium contínuos ou fracionados, Nd:Yag. Para cicatrizes de qualquer origem, o exclusivo Dye laser é imbatível. Dessa forma, os lasers, nas suas inúmeras indicações, ainda podem ser associados entre si ou com outras tecnologias, como aparelhos de radiofrequência, infravermelho, ultrassom, entre outros.

As indesejáveis manchas solares e sardas na face, nos braços e nos dorsos das mãos, são eliminadas pelos lasers Alexandrita (Ruby) ou Nd:Yag. Já o melasma tem o laser de Nd:Yag nanopulsado um adversário importante. Sendo assim, indiscutivelmente, as tecnologias são imprescindíveis para uma beleza diferenciada.

 

Revista Ala Vip – Edição 175 – Julho de 2018

Posted in Artigos Dr. João Carlos Pereira by Dr. João Carlos Pereira | Tags: , ,