Procure um Médico

Queda de cabelo

9 de dezembro de 2016

Na maioria das vezes, dá pra voltar a bater o cabelão. Ainda bem!

 

Nada mais aflitivo do que olhar pra escova ou pro pente e ver aquele tufo enorme de fios em queda livre… Mas, afinal, quando é necessário se preocupar de fato com a queda de cabelo? A Associação Brasileira de Cirurgia de Restauração Capilar afirma que 25% das brasileiras entre 35 e 40 anos e 50% daquelas com mais de 40 anos sofrem com o problema. Sim, os dados são aterrorizantes mas, calma lá! Antes de entrar em desespero, saiba que cada caso é um caso.

“Existem as quedas genéticas, as sem causa definida (eflúvio telogênico ou telogeno) e as endócrinas ou metabólicas (tireoide, doenças crônicas)”. Para todas as causas, há cuidados específicos. Portanto, diagnosticar é o passo prioritário antes de começar a cuidar.

A rotina da queda

Você acorda, levanta e percebe muitos fios no travesseiro. Vai pro banho e o ralo parece um ninho de passarinho, e o mesmo vale para sua escova. Quando sai na rua, tem sempre uma amiga tirando um fio caído na sua blusa. Em média

Posted in Blog by admin | Tags: , ,